RIO GUANDU MIRIM  
   
   
 

A bacia do rio Guandu-Mirim abrange uma área de cerca de 190 Km². O rio Guandu-Mirim nasce na Serra do Medanha, com nome de Guandu-do-Sena, que é formado por várias nascentes. Logo em seguida, troca de nome para rio da Prata do Medanha até a confluência com o rio Sapê, quando passa a se chamar Guandu-Mirim. Suas águas ingressam no canal D. Pedro II e, posteriormente, no Canal do São Francisco, onde deságua na Baía de Sepetiba.

 

Em sua margem esquerda, os terrenos são de pastagens, enquanto a margem direita, apesar das grandes inundações, encontra-se totalmente ocupada por propriedades agrícolas e sítios de lazer.

 

Seus principais afluentes são os rios Guandu do Sapê, Cabenga, dos Cachorros e Campinho.

 

O atual canal D. Pedro-Guandu representa o desvio do antigo curso do rio Guandu-Mirim, cujo leito marcava a divisa entre os antigos Estados do Rio de Janeiro e da Guanabara, que se esgotava através do Canal de São Francisco. Com esta modificação, enquanto o rio Guandu-Mirim marca a divisa entre as cidades de Nova Iguaçu e Rio de Janeiro, o antigo leito, hoje seco, permanece como marco político de limites entre os municípios.

 
     
     
      
     
  Clique sobre as imagens para ampliar  
     
     
 
Atendimento ao Público / Correspondências
Avenida Ministro Fernando Costa, 775 (sala 203)
Fazenda Caxias - Seropédica/RJ - CEP 23895-265
(Altos da Farmácia Universitária)
APA Guandu / CAR / Reuniões do Comitê
Rodovia BR 465, km 7 (Campus da UFRRJ)
Prédio da Prefeitura Universitária
Seropédica/RJ - CEP 23897-000
   
Tel: (21) 3787 3729
E-mail:guandu@agevap.org.br
       
Facebook Twitter