NOTÍCIAS  
   
 
 
 

PAF Sacra Família já executou 35% da meta de restauração da vegetação nativa em Mendes, Vassouras e Paulo de Frontin


Foto: Google Earth

Imagem aérea mostrando uma área em processo de restauração no Sítio Monte Hebrom, em Mendes/RJ


29-07-2020

Após a experiência exitosa em Rio Claro/RJ, o Comitê Guandu-RJ levou o programa Produtores de Água e Floresta (PAF) à sub bacia de Sacra Família (PAF – Sacra Família). Em parceria com as prefeituras municipais e a executora Crescente Fértil, iniciou o programa com produtores dos municípios de Mendes, Vassouras e Engenheiro Paulo de Frontin. O PAF Sacra Família já soma 28 produtores participantes e 17,52 hectares de área restaurada. O objetivo é promover a restauração e conservação florestal, que além do equilíbrio ambiental, geram serviços hidrológicos à bacia que abastece cerca de 9 milhões de pessoas.

O relatório referente à execução das ações de conservação e restauração previstas pelo programa, até o momento, mostra que 17,52 hectares de plantio foram realizados, uma área correspondente a 17 campos de futebol. Além disso, o PAF Sacra Família implantou quase 2.600 metros de aceiro, que protegem contra incêndios as áreas trabalhadas pelo programa. O quantitativo de áreas restauradas representa aproximadamente 35% da meta do projeto, que irá restaurar 50 hectares.

No último mês, o PAF Sacra Família finalizou mais nove Planos Individuais das Propriedades (PIP). Trata-se de um diagnóstico ambiental detalhado da propriedade, indicando as áreas que sofrerão intervenções e o detalhamento das ações necessárias para atingir os objetivos acordados com o produtor, ou seja, é o plano de trabalho para ações futuras a serem desenvolvidas na propriedade, com todo apoio técnico e suprimentos fornecidos pelo programa. Até o momento já foram apresentados 18 PIPs,  os quais totalizam uma  área de 22,63 hectares para plantio total e 6,13 hectares para condução da regeneração e enriquecimento a serem trabalhados, com uma estimativa de 40.378 mudas nativas a serem plantadas. As áreas de conservação somam 213,8 hectares. O cercamento e aceiramento para a proteção dos plantios e fragmentos florestais somam mais de dez mil metros.

         Após a delimitação das áreas, os produtores recebem apoio técnico e suporte da Crescente Fértil, contratada para execução do programa, para promover a recuperação e a conservação da vegetação nativa. Além desse apoio e acompanhamento das ações, o PAF Sacra Família inclui o Pagamento Por Serviços Ambientais, o PSA. O produtor, além das ações de restauração e de construção de cercas e aceiros, recebe uma retribuição financeira pelos serviços ambientais providos pelas áreas florestais de sua propriedade. Assim, o PAF gera ganhos ambientais e sociais.

         A meta de 50 hectares de restauração nas propriedades em Mendes, Vassouras e Paulo de Frontin é dividida em 25 hectares de plantio e 25 de condução de regeneração. Já a meta de conservação é de mil hectares. Segundo a Engenheira Florestal Gabriela Teixeira, Especialista em Recursos Hídricos da Delegatária do Comitê, responsável pelo acompanhamento do PAF, a continuidade das ações de restauração florestal ocorrerá em outubro. “O estabelecimento inicial das mudas é fundamental para o sucesso da restauração florestal e quando plantadas no período chuvoso a taxa de mortalidade é menor. Por isso, optamos por interromper as atividades de plantio durante o período seco e retomaremos junto com o início das chuvas. Em relação à conservação, considerando as 28 propriedades já cadastradas, temos aproximadamente 554 hectares de áreas florestais. Como a meta do projeto é de 1.000 hectares de conservação, seguimos com inscrições abertas nos três municípios para que mais produtores possam participar do PAF, aumentando os ganhos do projeto, e também do produtor”, explicou.

          Produtores rurais de Mendes, Engenheiro Paulo de Frontin e Vassouras ainda podem se inscrever no PAF. As inscrições são realizadas nas Secretarias de Meio Ambiente dos municípios participantes. Informações pelo telefone da Crescente Fértil: (24) 3381 7123. Além de todo o suporte técnico e da execução de ações de restauração e conservação nas propriedades, o produtor recebe uma retribuição financeira pelos ganhos ambientais gerados. Luis Felipe Cesar, Diretor da Crescente Fértil, executora do PAF, explicou que os interessados, especialmente na área de conservação das propriedades, devem procurar a secretaria de meio ambiente ou a prefeitura dos municípios de Mendes, Vassouras ou Paulo de Frontin, munidos com documentos básicos pessoais e da propriedade. "A participação é super importante, sendo uma forma do proprietário receber benefícios, inclusive financeiro, relacionados a sua contribuição ambiental. Trata-se de um compromisso público em colaborar com a melhoria da qualidade de água por meio da proteção de uma área de floresta", explicou Luis Felipe.

O PAF

O programa Produtores de Água e Floresta é desenvolvido pelo Comitê Guandu-RJ, prefeituras e instituições parceiras. O programa é referência dentro e fora do país e já gerou a recuperação e conservação de mais de cinco mil hectares de Mata Atlântica. Só em Rio Claro/RJ, 60 produtores participantes do programa recebem cerca de 350 mil reais por ano em retribuição aos serviços ambientais gerados (PSA). Além de transformar os produtores em agentes de recuperação ambiental, o programa gera ganho às famílias. O PAF é desenvolvido em sub-bacias contribuintes à bacia do Guandu. A recuperação dos biomas, além de proteger nascentes, contribui com a melhora na qualidade e também na disponibilidade de água da bacia que abastece 80% da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, cerca de 9 milhões de pessoas.

COMUNICAÇÃO COMITÊ GUANDU
Telefone: (21) 3787 3729
E mail: comunicacao.guandu@agevap.org.br  

 
   
     
  Outras notícias  
     
 
     
  Mais Notícias »  
     
 
Atendimento ao Público / Correspondências
Avenida Ministro Fernando Costa, 775 (sala 203)
Fazenda Caxias - Seropédica/RJ - CEP 23895-265
(Altos da Farmácia Universitária)
APA Guandu / CAR / Reuniões do Comitê
Rodovia BR 465, km 7 (Campus da UFRRJ)
Prédio da Prefeitura Universitária
Seropédica/RJ - CEP 23897-000
   
Tel: (21) 3787 3729
E-mail:guandu@agevap.org.br
       
Facebook Twitter