NOTÍCIAS  
   
 
 
 

CTEG revisa acompanhamento de projetos


Foto:


08-06-2017

A Câmara Técnica de Estudos Gerais (CTEG) realizou, no dia 1 de junho, sua terceira reunião do ano. Um dos assuntos discutidos foi a atribuição de competências da Câmara, para definir quais projetos serão analisados na CTEG de acordo com o Plano de Aplicação Plurianual (PAP).

A hierarquização de programas no PAP estabelece as prioridades para aplicação de recursos financeiros oriundos da cobrança para o período de 2017 a 2020. Fátima Rocha, coordenadora de núcleo da Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP), explicou as atribuições de cada Câmara Técnica do Comitê Guandu.

“A CTEG analisa e avalia estudos e projetos do ponto de vista técnico, como Estudos de Impacto Ambiental, Pagamento por Serviço Ambiental e Monitoramento de Água, entre outros. Já as normas, resoluções, estudos de cobrança pelo uso da água e os outros instrumentos de gestão são discutidos na Câmara Técnica de Instrumentos Legais e de Gestão (CTIL-G). Pensamos em separar as ações para determinar o que cada Câmara vai discutir a partir do PAP”, afirmou Fátima.

A reunião também recebeu a apresentação do estudante Marcos Mendes, da Faculdade de Educação Tecnológica do Estado do Rio de Janeiro (FAETERJ-Paracambi).  Marcos é orientado pela coordenadora da CTEG Franziska Huber, professora da instituição. O trabalho, intitulado Análise fisico-química e microbiológica das águas de nascentes na área urbana do município de Queimados – RJ, fez uma análise de 16 nascentes e também uma comparação entre dados levantados em 2010 por uma pesquisa semelhante, para observar a evolução dessas fontes de água.

“Realizamos contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, questionários com a população local, colhemos amostras e analisamos no Laboratório de Monitoramento Ambiental da FAETERJ em Paracambi. Foi possível concluir que as nascentes possuem, além do abastecimento de parte da população, um valor cultural para o município, o que é mais um indicador da importância desses locais”, relatou Marcos.

O trabalho foi selecionado para apresentação na 6ª edição do Simpósio de Gestão Ambiental e Biodiversidade do Instituto Três Rios, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. O evento acontece entre os dias 20 e 23 de junho. 

 
   
     
  Outras notícias  
     
 
     
  Mais Notícias »  
     
 
Atendimento ao Público / Correspondências
Avenida Ministro Fernando Costa, 775 (sala 203)
Fazenda Caxias - Seropédica/RJ - CEP 23895-265
(Altos da Farmácia Universitária)
APA Guandu / CAR / Reuniões do Comitê
Rodovia BR 465, km 7 (Campus da UFRRJ)
Prédio da Prefeitura Universitária
Seropédica/RJ - CEP 23897-000
   
Tel: (21) 3787 3729
E-mail:guandu@agevap.org.br
       
Facebook Twitter